BASTIDORES MILITARES ANTES DE 64


Quem fala que a Revolução de 64 foi um improviso das Forças Armadas, não sabe nada dos bastidores militares. Ela começou germinar em 1.946. Adquiriu efetivo de empreendimento com a turma de cadetes das Agulhas Negras, integrada de Castelo Branco, Mourão Filho, Guedes, Kruel, Geisel, Marcio, Medici, e os outros. E instalou o processo de expurgo do comunismo em 1960. E naquele tempo o mundo não tinha a complexidade política e militar que tem hoje. Basta olharmos nas ruas, as marcas dos carros e vermos quantos países do mundo estão agregados a nós e nós a eles, só nesse setor. E, quem nos vende carros, compra de nós vários produtos de nossa economia, porque os mercados internacionais são de mão dupla. Quase todos operados por intermediadores, corretores e bancos que, ao longo do tempo trançaram os povos numa teia de interesses recíprocos que, no caso de uma mudança drástica e profunda no sistema político de um país se faz questão afeta a vários outros, ou ao mundo todo, como é o caso do Brasil que está entre as 22 maiores economias do mundo. É por isso, que a INTERVENÇÃO nunca foi tarefa para amadores. E ESTAVA, TECNICAMENTE, BEM ACIMA DA CAPACIDADE “TUPINIQUIM,” de levá-la a bom termo.Tanto é que a bandidagem terrorista no poder deitava e rolava pensando que não havia nada no sistema institucional do Brasil que os pegasse.Tão tranquilos que chegaram criar um Foro de São Paulo aqui no Brasil. Uma organização transnacional de bandidos que em 13 anos acabou com o Brasil. Evidente, pois, que os profissionais que estão trabalhando na intervenção, e principalmente eu que a patrocino e  estou no seu comando, estamos tendo atenção só que “estão de saco cheio” quanto aos que estão vibrando como se estivessem diante de um programa da TV Globo. Pois, FUI CONSTRUÍDO para este tipo de desempenho. E nele, tenho mais de 50 anos de atividade. E nem reclamo das vezes que já passei por atentados, porque, se achasse isso ruim, estaria aposentado. Mas, tenho de confessar que, se um dia deixar de conviver com a morte, morrerei de tédio.

Celio Ferreira.
11 de junho de 2016 22:27 Facebook

 

Anúncios

Comentários desativados em BASTIDORES MILITARES ANTES DE 64

Arquivado em Comentários, Forças Armadas, PROJETO AMAZÔNIA

Os comentários estão desativados.