A MORTE DE CASTELLO BRANCO

castello-branco

Após a intervenção de 1964, o marechal sem pescoço, acabou levando um pescoção dos militares que não queriam que novas eleições fossem feitas pelos civis. Acabou morrendo em uma “trombada de avião”. Sim, isto mesmo, que coisa rara, não?

O estranho acidente que matou o Marechal Castello Branco
Nos últimos tempos, muitas “teorias de conspiração” ganharam fama pelo mundo, envolvendo, por exemplo, o atentado contra o World Trade Center e o Pentágono, o atentado de Lockerbie, a morte da Princesa Diana, e muitos outros mais. Mas é interessante conhecer uma dessas teorias que envolve o ex-Presidente do Brasil e Marechal Humberto de Alencar Castello Branco (foto acima).

Se se tratava realmente de um atentado, qual teria sido o motivo e a quem interessaria a morte do ex-Presidente? Sobre isso não restam dúvidas, pois motivos não faltam. Castello Branco tinha deixado a presidência apenas 3 meses antes, passando o poder para o Marechal Arthur da Costa e Silva, representante da “linha dura” do Exército.

Na verdade, Castello Branco era um moderado, que assumiu o governo em um momento muito conturbado da política brasileira. Sua verdadeira intenção era devolver o governo aos civis assim que a crise que o conduziu ao poder tivesse acabado. Isso ia contra os interesses de outros generais, que tencionavam se manter no poder sob a alegação de manter a paz e e ordem pública e manter os comunistas e a esquerda “radical” longe do governo.
Leia o restante da matéria:
http://culturaaeronautica.blogspot.com.br/2009/09/o-estranho-acidente-que-matou-o.html
Veja também:Documento secreto obtido por ISTOÉ coloca sob suspeita investigações sobre desastre
aéreo que matou o presidente. Promotor defende reabertura do caso. Foi atentado?
http://www.adur-rj.org.br/5com/pop-up/morte_castello.htm

LEIA TAMBÉM: O presidente Arthur da Costa e Silva começou a sentir os primeiros sintomas da isquemia que o levaria à morte em 17 dezembro de 69 na noite de 25 de agosto do mesmo ano, quando foram rejeitadas pelos militares suas propostas de derrubada do AI-5 e promulgação de uma nova Constituição.

 

joiodotrigo

MESMO ENTRE OS MILITARES HÁ QUE SE SEPARAR O JOIO DO TRIGO

ENGANA-SE QUEM PENSA QUE DURANTE O REGIME MILITAR NÃO HAVIA MILITARES BANDIDOS LADRÕES DE DINHEIRO PÚBLICO.
NÃO SE PODE AFIRMAR QUE OS DIRIGENTES DOS GOVERNOS MILITARES ERAM CONIVENTES, MAS ESSA PROMISCUIDADE COM EMPREITEIRAS VEM DE MUITO ANTES DO PSDB, DO PT E DO PMDB CHEGAREM AO PODER. PROVA ESTA, É QUE O JORNALISTA VLADIMIR HERZOG MORREU EM CIRCUNSTÂNCIAS ESTRANHAS E AGORA COMPROVADAS – FOI ASSASSINADO NO DEOPS. NA ÉPOCA ELE TRABALHAVA NA TV CULTURA E ESTAVA INVESTIGANDO O DESVIO DE VERBAS NA CONSTRUÇÃO DA PONTE RIO-NITERÓI.

QUANDO OS MILITARES ASSUMIRAM EM 1964 A PEDIDO DO CONGRESSO E DO POVO QUE FOI ÀS RUAS, VIERAM COM A PROMESSA DE QUE LOGO DEVOLVERIAM O PODER AOS CIVIS; MAS PELO QUE SE CONSTATA, MUITOS DELES NÃO CONCORDARAM EM HONRÁ-LA. TALVEZ POR NÃO ESTAREM SEGUROS DE QUE OS COMUNISTAS HAVIAM SIDO EXPULSOS TOTALMENTE DA NAÇÃO OU PORQUE O “PODER” LHES SUBIU A CABEÇA COMO ACONTECEU COM O PT E O EX-PRESIDENTE LULA COM SEU PROJETO DE SE PERPETUAR NELE.
SUSPEITA-SE QUE ALGUNS PRESIDENTES MILITARES TAMBÉM FORAM VÍTIMAS DE “BANDIDOS” – O MARECHAL CASTELLO BRANCO, ESTAVA QUERENDO DEVOLVER O PODER AO CIVIS E MORREU EM UMA TROMBADA DE AVIÃO (?). JÁ O GENERAL COSTA E SILVA TAMBÉM TEVE UMA MORTE PRECOCE E VINHA SE DEFRONTANDO COM FORÇAS RETRÓGRADAS DO REGIME.

Anúncios

Comentários desativados em A MORTE DE CASTELLO BRANCO

Arquivado em Forças Armadas, Matéria, Notícias do Front, PROJETO AMAZÔNIA

Os comentários estão desativados.