Voltei

MINHAS AMIGAS, MEUS AMIGOS, lamento informar que não senti saudade de ninguém, porque, como já informei várias vezes, sou “estrangeiro” aqui. E tenho a capacidade de me deslocar do corpo físico e percorrer distâncias extraordinárias em frações de tempo e assim me manter entre as pessoas que formam o meu corpo social, não importa quantas sejam. Daí, estive sempre com vocês. Mas, não deixo de considerar que vocês não podem fazer a mesma coisa e, pelo tanto de vocês que me telefonavam, senti a vossa preocupação e isso me emocionava. Todavia, compreendi que vocês são o instrumento de Deus com o qual ele nos faz maiores nas Forças Armadas, para a espinhosa e difícil tarefa que o grande destino do povo brasileiro como “MEGA POTÊNCIA DO MUNDO” impôs à nossa geração. Então, reapareço distribuindo um pedacinho da minha alma para cada uma e cada um de vocês. Mas, como já vos disse várias vezes: A Natureza cria bilhões de pessoas para desfrutarem do mundo, Deus, entretanto, envia apenas algumas para construí-lo. E não tenho dúvida de que esse punhado de construtores somos nós. E chegou a hora de agirmos UNIDOS COMO CORPO OPERACIONAL da vocação que nos une. Precisamos montar uma rede de comunicação pela Internet, cobrindo a nação inteira. E, pelo tanto de pessoas que já somos, podemos fazer isso.

________________________

 

Tivemos dias difíceis; de muita apreensão. Quando o comando é de Deus, nem sempre entendemos rápido o que temos de fazer e isso nos impõe cautela, diagnósticos profundos, estratégias científicas e muito desempenho de inteligencia.Pois, o “solado é ministro de Deus, contra os máus,” e justamente por isso, TEMOS DE SER MAGISTRADOS DAS ARMAS, impessoais, abnegados e extremamente lúcidos, porque o inimigo que temos para expurgar da civilização brasileira, são nossos conterrâneos e têm quem ama eles e sente por eles. Então, temos de nos sair pela JUSTIÇA DE DEUS que é a nossa entrega total à sua determinação.

_________________________

Tem guerras que se instalam rapidamente e acabam depressa. Tem outras que demoram bastante e tem outras que demoram muito. E Bacon acabou observado que: “Todas as guerras sempre acabam por onde deveriam ter começado: Pela PAZ.” Coube a nós brasileiro descobrir a fórmula da guerra começada pela paz.É a INTERVENÇÃO, pela qual transformamos a “revolução bolivariana terrorista” que pretendia fazer do Brasil o centro do Armagedom que seria uma carnificina, em CASO DE POLÍCIA. E a guerra civil encarniçada começou e acabou pela paz. Predemos o Lula para termos visão clara da estratégia de segurança quando começarmos o expurgo da bandidagem do poder. E agora, com as manifestações que estão programadas, ultimaremos a observação do teatro operacional da “guerra que começou pela paz” e acabará confirmando que não há melhor guerra do que essa. O Mundo livre está encantado conosco, e o terrorismo comunista está se esvaindo em frustração.Vocês não vêm a cara da ma, do Lula e da petesada toda? TEMOS A MELHOR POLÍCIA FEDERAL DO MUNDO!

__________________________________

O art. 1º do Ato Interventorial de Cidadania nº 001/2016 diz assim: Art. 1º São reconhecidos vagos os cargos de Presidente e Vice-Presidente da República e de Governadores estaduais; decorrente da inconstitucionalidade e natureza terrorista imputável do pleito eleitoral realizado em 2.014 pelo Foro de São Paulo e Instituto Lula com o Superior Tribunal Eleitoral, a Procuradoria-Geral da República e a Ordem dos Advogados do Brasil, com dinheiro roubado da Petrobras, BNDES Eletrobrás, Eletronuclear e dos cofres públicos, pelo qual fabricaram os mandatos eletivos pelas urnas eletrônicas, abrangendo a gradação substitutiva do art. 80 e do art. 91 inc. VIII da Constituição e os artigos que lhes correspondam nas constituições estaduais.
§ 1º. Para a ocupação constituinte interina do cargo de Presidente da República, e de Vice-Presidente da República, com a natureza de missão de cidadania no Processo Histórico em Foro de Soberania por força de investidura conferida pelo art. 1º incs. I/V e Parág. único, com o art. 4º incs. I, II, III, o art. 84 inc. XIII e o art. 142 caput e inc. III da Constituição em virtude de vacâncias no art. 80 e art. 91 inc. VIII da mesma, está declarado à respectiva posse na Presidência da República o cidadão Celio Evangelista Ferreira do Nascimento, e na Vice-Presidência da República, o Gen. de Ex. Antônio Amilton Martins Mourão; os quais ficam formalizados às investiduras por este Ato Interventorial de Cidadania para as posses nos cargos perante o Alto Comando das Forças Armadas no Quartel General do Exército a qualquer dia do ano de 2.016, a partir da data de protocolo do presente no Supremo Tribunal Federal através da Procuradoria da República.

 

 

Anúncios

Comentários desativados em Voltei

Arquivado em Comentários, Forças Armadas, PROJETO AMAZÔNIA

Os comentários estão desativados.