ATO INSTITUCIONAL

interprotoc1

Eu ia formalizar o Ato Institucional que encarcera a bandidagem pela eventualidade de serem presos quando menos esperarem, já no dia 14.8, porque ele ficou pronto assim que a Corte Excelsa TORNOU DILMA E SEU MINISTÉRIO EM REGIME PENAL DE ASSALTO AO PODER E USURPAÇÃO DE CARGOS PÚBLICOS, mas deixei para fazer hoje, porque eu queria oferecer isso como PRESENTE DE GRATIDÃO DAS FORÇAS ARMADAS A VOCÊS QUE ESTÃO CONOSCO E À NAÇÃO TODA, DEPOIS DA MANIFESTAÇÃO QUE FOI LINDA. COMO É LINDO O NOSSO POVO, AT[E MESMO NO ARRAIAL DA GUERRA. Pois, somos o único povo no mundo que faz piada dos próprios infortúnios e sempre encontra via de contornar os abismos do seu caminho político.Pra vocês entenderem e aproveitarem para espalhar o Ato que é da autoria de todos, porque é DO POVO EM FORO DE SOBERANIA. O Ministro Gilmar Mendes, no dia 27.07.015 recebeu o Ato Institucional de Cidadania Prot.Ad.m – CDOC/SDO-STF – 27.08.15 – Min. Gilmar Mendes que instaurou a execução da INTERVENÇÃO PELAS FORÇAS ARMADAS, apresentando o Exmo. Gen. Vilas Boas titular da interinidade constituinte da Presidência da República e marcando a data de 05.10.15 para a respectiva posse; fundado na constatação de que o cargo de Presidente da República está vago porque o pleito eleitoral foi instaurado pelo Foro de São Paulo com o STE, com dinheiro roubado da Petrobras, BRDES, Eletrobras e cofres públicos comprovado pelo “ajuste fiscal,” pelo qual produziram o sufragio com o qual fabricaram com as urnas eletrônicas o mandato de Dilma. Por ai, as Forças Armadas municiaram, na INTERVENÇÃO, a Corte Eleitoral Maxima da BOBA QUE DETONOU DILMA. Pois, a Corte, para rejeitar processo eleitoral que a manteria no cargo, teria de acusar as Forças Armadas de conspiração, pelo Ato Institucional a ela posto, com essa acusação. Só que a acusação está provada e se sustenta na instituição do domínio do fato, estabelecida pelo próprio STF.Ai, a Core Eleitoral Máxima resolveu de conformidade com sua “notável sabedoria.” O MInistro Gilma, Vice-Presidente do STE bombardeou a Ministra relatora, acompanhado de outro MInistro de maxima respeitabilidade, e o Ministro Luiz Fux que integra o QUARTETO DA RESISTÊNCIA PELA MANUTENÇÃO DA INTOCABILIDADE DO STF, retirou o processo de pauta, sem prazo para devolução.E ASSIM, A INTERVENÇÃO FICOU COM O CAMINHO ABERTO PARA INICIAR AS PRISÕES. Ai, não poderíamos deixar de OFERECER ESSA PARTE PARA A NAÇÃO FAZER. OU TEM JUSTIÇA MAIS DOCE DO QUE ENCARCERAR OS DEMÔNIOS QUE NOS MASSACRAVAM, DENTRO DA SUA PRÓPRIA ARMADILHA? E agora não vamos ter pressa. Pois, É JUSTO QUE A POPULAÇÃO ENTENDA BEM, E COMECE A VER O QUANTO É BOM SER CIDADÃ E CIDADÃO BRASILEIRO.Pode prender até ministro do STF, até o poderoso chefão da televisão brasileira. É, POIS, A INSTITUIÇÃO DA CIDADANIA QUE ESTAVA ARMADA NA CONSTITUIÇÃO, SOBRE A BANDIDAGEM TERRORISTA QUE PENSAVAM ESCRAVIZAR O POVO BRASILEIRO, a qual, eles nunca viram, porque BANDIDO SÓ SE PREOCUPA COM SUAS SAFADEZAS, TRAIÇÕES, VIGARICES E TUDO O QUE ELES FIZERAM NESTES 13 ANOS. No dia 31 deste mês, se o povo não tiver prendido ninguém da bandidagem arrolada no Ato, virá o próximo, que ira “matar o mundo de rir.” E fazer o povo brasileiro entender porque o Presidente Obama chamou Lula de Palhaço. do Mundo. Somos um povo carnavalesco e vamos divertir o mundo com a nossa INTERVENÇÃO.

———————

Ainda tem gente que me pergunta se vai haver intervenção? E continuo explicando que a INTERVENÇÃO está instalada desde 2.013. Só que não é um movimento de guerra de armas, por enquanto, ela se trava no arraial da inteligência. Desde as guerras do Busch a humanidade busca uma nova doutrina militar que guarde a munição para o finzinho, o bom senso esgotou todas as fórmulas de raciocínio conciliatório e uma das partes se mantém decidida a se impor pela matança.O princípio que rege o contraditório da guerra nestes dias, é o da LEGÍTIMA DEFESA. As Forças Armadas não devem desfechar o confronto bélico enquanto a INTELIGÊNCIA FORENSE instituída na Constituição ou na organização jurídica do mundo, não esgotar o contraditório constitucional ou diplomático. Pois, assim como o Busch, equipado de um dos melhores serviços de inteligência e de informação do mundo, errou ao bombardear o Iraque da forma como o fez, qualquer outro povo poder repetir esse erro ou cometer erro semelhante. E,como aconteceu de ser o Brasil sediando o terrorismo comunista e o fundamentalismo islâmico somados, num projeto MALUCO que ainda não havia na literatura militar do mundo, o mundo livre encarou, desde os primeiros momentos que apresentamos nos foros internacionais a situação, como a oportunidade de assentarmos a humanidade por uma inteligência militar contemporânea; fortemente apoiada nas armas, porém, absolutamente forense, assentada na Constituição. E é por esta diretriz que a INTERVENÇÃO,desde a sua instalação no dia 07.02.2.2013 perante o Alto Comando das Forças Armadas, de onde o procedimento interventorial se formalizou perante os poderes constitucionais, vem avançando etapas, até que já estamos em preparação da posse do Exmo. Gen. Villas Boas na Presidência da República, seguindo a tradição das Forças Armadas de entregar ao Exército a missão de governo, sempre que ocorre das Forças Armadas terem de restabelecer a Lei e a Ordem, ou o próprio Estado de direito. E tivemos momentos bem difíceis e muito difíceis. Tivemos ocasiões de muita reflexão diante das trincheiras que os aprontamentos que a bandidagem terrorista levantou, além dos atentados. Eu mesmo passei por 4. E, mesmo sem fazermos notícias, batalhas infernais foram travadas nos subterrâneos da organização terrorista.

——————-
E, o quebra cabeça que tivemos, foi o fato da bandidagem terrorista ter construído,durante 12 anos uma guerra terrorista dentro do Brasil. E tínhamos de desmontá-la e não enfrentá-la, porque, se a enfretassemos, seria o que o Gen. Paulo Chagas informou: “Saberíamos quando começávamos e como começávamos, mas não saberíamos quando e como ela acabaria. Ai, graças a competência, patriotismo e hombridade da nossa Polícia Federal, transformamos a guerra terrorista deles em CASO DE POLÍCIA. E quando o mundo viu esse encaminhamento que demos a ela, fechou conosco, e até a China saiu fora da “patria grande” da Dilma. ERA A INTELIGÊNCIA MILITAR DO BRASIL DIZENDO AO MUNDO QUE, REALMENTE, UM MILITARISMO NOVO ESTÁ EM TRABALHO DE PARTO NO BRASIL. Não temos dúvida de que lidamos com bandidos e terroristas e não com profissionais da política e da guerra, porém, que vai continuar lidando com eles é a Polícia Federal e as Polícias Militares. E a nossa Constituição não diz que a Polícia Federal não pode ter blindados e todo o armamento que precisar. E, as Polícias Militares são forças reservas auxiliares do Exército. Além do que foi a Dilma que abriu precedente das Forças Armadas se unirem com as Forças de Segurança Pública, nos enfrentamentos com bandidos comuns no Rio de Janeiro; como ainda, substituindo a PM na Bahia. Agora, se as Forças Armadas se misturarem com a PM e PF para prender a própria Dilma, foi ela que instituiu a fórmula democrática. E não são eles que dizem que a baderna deles é democracia? e que essa democracia tem de ser respeitada? Pois então, serão retirados do poder, pela a democracia que eles inventaram. E se for necessário fazer coisas que não está na Constituição, também foi o PT que instituiu isso, ao construir um terrorismo legiferante que extinguiu eficacia ao Estado de direito.
——————
Apresentei a análise do nosso discurso físico de ontem à Dilma, Lula, PT e bandidagem toda, deixando claro que o tempo deles acabou e me limitei a ela, porque eu queria entregar a vocês o Ato Institucional de Cidadania, devidamente formalizado ao Exmo. Ministro Gilmar Mendes que está cuidando da INTERVENÇÃO em grau constitucional de Supremo, devido ser ele o Constitucionalista do STF, e, SEM SOMBRA DE DÚVIDA, o mais RESPEITÁVEL MAGISTRADO DO BRASIL EM GRAU DE ENVERGADURA JURÍDICA e SUPRIMENTO POLÍTICO. Cujo ato ENCARCEROU A BANDIDAGEM TODA DA CÚPULA DO PODER, em si mesmos, porque a partir do protocolo na Procuradoria da República, nº PRM-CAC-PR 00006903/2015 – 17.08.15, que tem o efeito de PROMULGAÇÃO DO ATO, TODOS OS QUE ESTÃO RELACIONADOS À PRISÃO por estarem na prática dos crimes políticos e de terrorismo, de assalto ao poder em usurpação do cargo de Presidente da República, desde que o STE, pela “jogada magistral” entre os Ministro Magistrais que declararam a Dilma em usurpação do cargo público de Presidente da republica e os Ministros SÁBIOS que fizeram o outro bloco com o Magistrado Ministro Luiz Fux, tirando de pauta o processo que lhes embasa para isso, DILMA ESTÁ SEM MANDATO, E, CONSEQUENTEMENTE, TODO O SEU MINISTÉRIO, INCLUSIVE O MINISTRO DO STF NOMEADO POR ELA, ESTÃO NA SUA MESMA SITUAÇÃO. E DAI, A RESPECTIVA BANDIDAGEM TODA, NA QUAL SE INCLUI ROBERTO IRINEU MARINHO, ESTÃO EM FLAGRANTE DELITO E AGRESSÃO CONTRA A NAÇÃO. E, EM TAL SITUAÇÃO, PODEM E DEVEM SER PRESOS POR QUALQUER CIDADÃO OU CIDADÃ. Compreenderam agora o “BIG BRODER” DO PODER DEMOCRÁTICO? E porque meu querido Figueiredo vai me chamar de velhaco? Espalhei o Ato para todos os e-mail que possuímos e amanhã ele será distribuído para o mundo inteiro pela nossa “base cibernética” nos EUA. (Essa base foi o que a bandidagem conseguiram com seus ataques terroristas que não me deixavam em paz na internet) Eu acho que vocês merecem que eu explique isto bem detalhado, mas vou fazer assim que o espaço na TV esteja pronto. Pois, acredito que nada nos perturbará com mais profundidade do que estão fazendo, e a posse do Gen. Villas Boas ocorrerá no dia 05 de outubro, quando revelarei à nação o “segredo de Estado” que cultivei por 40 anos e cujo sucesso na missão, o povo brasileiro deve ao INVULGAR PATRIARCA Dr. ULYSSES DA SILVEIRA GUIMARÃES. NOSSO MOISES. Ao qual, nesse dia, estarei apresentando ao Presidente da Repúblico, pedido para que lhe seja ERGUIDO MONUMENTO EM FRENTE AO CONGRESSO NACIONAL, DELE APRESENTANDO A DEUS A CONSTITUIÇÃO, COMO MOISÉS FIZERA COM OS DEZ MANDAMENTOS. Pois, o titulo de PATRONO DO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO, já lhe dei pela Câmara Municipal de Campo Grande-MS, através do GRANDE POLÍTICO daquele Estado, Dr. Paulo Pedra, “eterno vereador,” que assim atesta a sua liderança e estima do seu povo. O mesmo, certamente estará presente na posse do Gen. Villas Boas, por causa dessa parte.

 

 

 

Anúncios

Comentários desativados em ATO INSTITUCIONAL

Arquivado em Documentos

Os comentários estão desativados.