O QUE É INTERVENÇÃO CONSTITUINTE

interprotoc

O QUE É INTERVENÇÃO CONSTITUINTE?

A intervenção constituinte é o equipamento de autodefesa da Constituição para recuperar o Estado Democrático de Direito quando este resulta não servindo mais porque os bandidos assumiram o Governo do Brasil e dominaram a Política, a Justiça, as Instituições, as Entidades Públicas e Sociais, a Imprensa, as Universidades, as Escolas Públicas e se infiltraram nas entidades empresariais e até nas igrejas. Submeteram a Polícia, neutralizaram as Forças Armadas e passaram a roubar as empresas públicas, saquear o Pais, massacrar a Nação e destruir a Pátria. Então, ocorre a ruptura do voto com a bala no mandato de Presidente da República e o POVO EMERGE EM FORO DE SOBERANIA NAS FORÇAS ARMADAS, no exercício direto do poder nos termos da Constituição.
A organização dos bandidos terroristas que assumiram o Governo do Brasil é o Foro de São Paulo criado por Luiz Inácio Lula da Silva e Fidel Castro, formado pelo PT, PDT, PPL, PCB, PSB, PPS, PCd/B, Partido Comunista da Argentina, Partido Comunista da Bolívia, Partido Comunista do Chile, Partido Comunista Colombiano, Partido Comunista de Cuba, Partido Comunista do Equador, Partido Comunista do México, Partido Comunista do Paraguai, Partido Comunista Peruano, Partido Comunista do Uruguai, Partido Comunista da Venezuela, Grupos Étnicos, Grupos Ambientalistas, Grupos Guerrilheiros, Grupos Fundamentalistas, agregando Farcs, Hamas, Al Qaeda, Taleban, Hesbollah, Jihad, Boko Haran, Estado Islâmico, MST, Via Campesina, PCC, CV, APINB, ARPIN-SUL, COIAB, APOINME, CIR, ABA, IER, CTI.
No Governo, o Foro de São Paulo, por Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff e Fidel Castro instalaram o “Projeto de Poder do PT de Comunizar o Brasil Em 22 Anos,” pelo qual transformaram a Economia do País na FARRA DO PT NO PODER regada à prostituição, cafajestismo, tráfico de drogas, vício, vadiagem, marginalidade e analfabetismo sustentada pelo roubo, corrupção, bolsa família, bolsa aluguel, bolsa desemprego, bolsa gás, bolsa prostituição, seguro prisão e estímulo ao banditismo.
E implantaram na Presidência da República o terrorismo oligárquico comunista fundamentalista de bandidos, bifurcado em bandidagem no poder e bandidagem de campo. Com apoio no Congresso Nacional, Supremo Tribunal Federal, Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil, e daí, por todo o tecido institucional e estruturas operacionais da República, em forma de crime organizado no governo, operado por gangues políticas e gerido por corporações quadrilheiras. Por onde transformaram a democracia em regime prisional, com o povo sequestrado em seus lares e locais de trabalho, sob o terrorismo do medo, insegurança pública, insegurança jurídica e insegurança econômica; sofrendo o roubo de governo generalizado na República; guerra social terrorista; apodrecimento moral da civilização; destruição da família; depredação da Pátria e desmontagem da Economia. Recolheram a vadiagem aos cofres públicos por 39 ministérios, mais de 200 mil alojamentos empregatícios no Estado, que o inchou 9,8% maior do que a iniciativa privada, ao custo de 105,7% do PIB, que travou o País pela burocracia e faliu o Brasil. Cujo, vem sendo movido por falcatruas contábeis, estelionato estatístico, renuncias fiscais estelionatárias, estelionato de preços públicos, estelionato de consumo e emissões de real frio.
Nesse desempenho, em 2.014 o Foro de São Paulo promoveu o pleito eleitoral terrorista custeado com dinheiro roubado da Petrobras, dos cofres públicos e mais o estelionato eleitoral da baixa de preços da luz, combustíveis e preços públicos, pelo qual fabricaram o mandato de Dilma Vana Rousseff nas urnas eletrônicas construídas para isso; o qual apresenta o custo total, hoje, estimado em R$ 5 trilhões, que deixou vaga a Presidência da República, e não teve outra solução senão o “ajuste fiscal,” que está sem jeito de ser executado, porque, o ajuste em um setor, destrói outro; quando já não destrói todo um campo da Economia. Por exemplo, o socorro ao emprego, acaba com os empregados e os empregadores, porque, ambos sofrem 83% de aumento nos insumos geradores da inflação, mais 30% do subsídio salarial oferecido pelo Governo, que desfalca o Tesouro e aumenta a dívida pública; mais 9,5% de inflação; mais a retração do consumo que já é de 46%. Fazendo uma recessão estimada de 56%. Cuja, significa que TODOS os que têm emprego e patrimônio, ficarão 56% mais pobres este ano, e a dívida do Governo subirá o dobro disso. Essa pobreza já se vê pelo volume de empresas que já desapareceram, dos estoques encalhados, da escassez de dinheiro nos bancos e do volume de trabalhadores desempregados.
Isto somado ao aumento da criminalidade de 1.024% de 2.003 a março de 2.015, com 156 assassinatos por dia, uma ocorrência marginal a cada 0,38 minutos; 46 assassinatos por dia nos corredores de extermínio do SUS, 522 mil assassinatos por ano nos corredores de extermínio hospitalar; 43 mil assassinatos e 135 mil aleijados e feridos por ano, nos corredores de extermínio do trânsito; 13 mil estupros de mulheres de 18 a 30 anos e 46 mil estupros de crianças por ano; 83% das cidades e 11% do campo dominado pelo tráfico de drogas; 88,9% da população doente; R$ 450 bilhões por ano de custos de seguranças privadas, sistemas de auto confinamentos e prejuízos por roubos a bancos e empresas, assaltos de cargas, roubos de veículos, perdas e danos e lucros cessantes; que recuou o Brasil ao porte econômico que ele tinha em 1.950, e soma um prejuízo de progresso nestes últimos 13 anos de R$ 36 trilhões; as escolas públicas transformadas em bordeis de iniciação das crianças na prostituição, cafajestismo, vício, vadiagem e marginalidade, com 1,75 milhão de crianças de 8 a 14 anos nessa vida; destruição da família com os filhos erigidos em inimigos dos pais, protegidos pela legítima defesa putativa se estes quiserem educa-los e ensiná-los trabalhar; destruição do ente conjugal pela indústria de transformação de esposas em prostitutas, maridos em cafajestes e filhos em bastardos; as mulheres erigidas em inimigas dos homens para fomentar o apodrecimento da sociedade pelas uniões diabólicas de homem com homem, por onde resulte uma nação sem descendência, sem hereditariedade e sem caráter, escrava do terrorismo estatal.
Isso configura uma hecatombe de civilização produzida pelo terrorismo comunista fundamentalista de bandidos. A qual só pode ser resolvida pela INTERVENÇÃO CONSTITUINTE que vai recuperar o País desse modelo ideológico de banditismo, e vai instalar ele no trabalho pela economia trabalhista educativa empreendida pelo cooperativismo de estado entre iniciativa privada e governo, campo e cidade, transformando o trinômio: homem-terra-natureza em progresso para qualidade de vida. Que é o PROJETO AMAZÔNIA – Soberania, poder e riqueza pelo caminho da roça. JÁ INSTALADA PELO POVO NAS FORÇAS ARMADAS COM A PROCURADORIA DA REPÚBLICA E POLÍCIA FEDERAL PELO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL. E JUSTIÇA FEDERAL, COMO A CONSTITUIÇÃO INSTITUI. – celio evangelista – Quartel General do Exército – SMU – Brasília/DF.

interprotoc1

ENTRE AQUI E VEJA O DOCUMENTO DA INTERVENÇÃO

 

Anúncios

Comentários desativados em O QUE É INTERVENÇÃO CONSTITUINTE

Arquivado em Documentos, Matéria, PROJETO AMAZÔNIA

Os comentários estão desativados.