OPERAÇÃO LAVA PÁTRIA

A “OPERAÇÃO LAVA PÁTRIA” JÁ ESTÁ HOMOLOGADA

25.07.2015

Screen Shot 06-11-15 at 04.27 PM 001Screen Shot 06-11-15 at 04.26 PMScreen Shot 06-11-15 at 04.27 PM

A “OPERAÇÃO LAVA PÁTRIA” JÁ ESTÁ HOMOLOGADA TAMBÉM. O PEDIDO NELA, É ESTE: Então, O POVO EM FORO DE SOBERANIA NO COMANDO SUPREMO E AUTORIDADE SUPREMA DAS FORÇAS ARMADAS, determinado pela razão de estado, crise institucional de estado, assalto ao poder, falência do país e caos social na INTERVENÇÃO CONSTITUINTE,
RECONHECE que:
1) estão vagas as patentes mandatárias de comando supremo e autoridade suprema das Forças Armadas na gradação do art. 80 da Constituição, por ruptura do Estado Democrático de Direito, no rompimento do poder político com o poder militar no mandato de Presidente da República, desde o ATO TERRORISTA que a senhora Dilma Vana Rousseff denominou de “Lei n. 12.528 de 18.11.2.011, com o qual ela aniquilou o Estado Democrático de Direito no art. 1º inc. III, com o art. 3º inc. I, da CF, e o art. 8º do ADCT, e encerrou a fase de inoculação gramcista do terrorismo comunista nos poderes constitucionais e instituições e abriu a fase de consolidação do mesmo com a sequência de leis terroristas que começou na “Lei n. 10.826 de 22.12.2003” e chegou ao Decreto nº 8.243 de 23.05.2014. Cuja situação deu emersão ao povo no exercício direto do poder constituinte que lhe devolveu essas patentes mandatárias. Sobre as quais formalizou posse pelo Ato Institucional de Cidadania perante o STF, constante do Protocolo: PRM-CAC-PR – 00001693/2012 – 26/05/2015, na pessoa de seu representante constitucional na INTERVENÇÃO, o qual permanecerá nelas até a posse do titular constituinte da respectiva interinidade na Instituição da Presidência da República.
2) as eleições de 2.014 tipificam ataque terrorista contra a civilização brasileira, desfechado pelo FORO DE SÃO PAULO e INSTITUTO LULA, e custeado com dinheiro roubado da Petrobras e dos cofres públicos, que realizou os sufrágios para a fabricação de mandatos à composição dos efetivos do terrorismo comunista fundamentalista de bandidos no poder; entre os quais, o mandato de Dilma Vana Rousseff. E se caracteriza uma INVASÃO DE GUERRA TERRORISTA de assalto ao poder, na qual se agregam as organizações terroristas nacionais, PT, PDT, PPL, PCB, PPS, PC do B, PSB que reúnem à si, SINDICATOS, MST, PCC, CV, APINB, ARPIN-SUL, COIAB, APOIME, CIR, ABA, IEB, CTI, Via Campesina, MST, MLST, MAB, MIR, ELN, Hamas, Taleban, Al Qaeda, Hesbollah, Jihad, Boko Haran, Secretaria de Política de Promoção da Igualdade Racial, Secretaria de Portos, Secretaria de Políticas Para as Mulheres, Secretaria de Direitos Humanos, Secretaria de Aviação Civil, Secretaria de Micros e Pequenas Empresas, Ministério da Pesca e Agricultura, Ministério da Integração Nacional, Gabinete de Segurança Institucional, Ministério dos Esportes, Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Ministério do Desenvolvimento Agrário, Controladoria Geral da União, Ministério das Cidades, Ouvidoria Geral da União, Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações, Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, e a parafernália burocrática da vadiagem terrorista que nestes últimos 13 anos o Foro de São Paulo e o Instituto Lula inventaram, de aninhamento de seus efetivos no erário público e nas rendas do País, que inchou o Estado 9,8% maior do que a iniciativa privada, ao custo de 150% do PIB, que comeu a economia do País e gerou uma dívida pública interna de R$ 2,9 trilhões, dívida externa beirando US$ 1 trilhão; Nessa organização, o PT, PDT, PPS, PCB, PSB, PC d/B, PPL se constituem em grupo armado contra a ordem constitucional e o Estado Democrático, tanto pela natureza bélica do Foro de São Paulo, quanto por seus suprimentos armados domésticos, como: MST, PCC, CV, Via Campesina. E assim, perdem a natureza constitucional de partidos políticos e resultam com seus efetivos na categoria de marginais comuns de alta periculosidade, nos termos da Lei n. 7170/1983. Cujas investiduras mandatária só prestam para lhes qualificar as penas.
Por isso, o POVO EM FORO DE SOBERANIA NO COMANDO SUPREMO E AUTORIDADE SUPREMA DAS FORÇAS ARMADAS na INTERVENÇAO CONSTITUINTE que instaurou o PERSECUTÓRIO INSTITUCIONAL DE ESTADO, ao desempenho da Polícia Federal e Ministério Público na Procuradoria-Geral da República, constante do Protocolo: PRM-CAC-PR 00003187/2015 – 23.05.2015, instala nele, a “OPERAÇÃO LAVA-PATRIA,” abrangendo a “Operação Lava-Jato” e todas as demais operações instauradas pela Polícia Federal e Ministério Público em regime de perseguição infraconstitucional, de Foro Judiciário, que passam à esfera do Processo Histórico compondo o PERSECUTÓRIO INSTITUCIONAL DE ESTADO em Foro de Soberania.
Com a finalidade de efetuar a PRISÃO de: Luiz Inácio Lula da Silva; dos presidentes nascio- nais, estaduais e municipais das organizações terroris -tas: PT, PDT, PCB, PSB, PC do B, PPS, PPL; de Dilma Vana Rousseff; Michel Temer; Jaques Wagner, Luiz Inácio Adams, Katia Abreu, Alexandre Tombini, Aloisio Mercadante, Gilberto Cassab, Aldo Rabelo, Ricardo Berzoini, Valdir Simão, Juca Ferreira, Armando Monteiro, Tereza Capello, Cid Gomes, George Hittem, Joaquim Levy, José Elio Carvalho Siqueira, Gilberto Kassab, Izabela Teixeira, Eduardo Braga, Helder Barbalho, Nelson Barbosa, Carlos Gabos, Mauro Vieira, Arthur Chioro, Guilherme Affif Domingos, Marcelo Neri, Elizeu Padilha, Thomas Traumann, Ideli  Salvatti, Nilma Nilo Gomes, Elionora Manicucci, Edinho Araujo Pepe Vargas, Miguel Rossetto, Manoel Dias, Antônio Carlos Rodrigues e Vinicius Lages, como terroristas bandidos integrantes do Foro de São Paulo, e criminosos comuns, porque as suas investiduras são de terroristas em assalto ao poder poder pelo Foro de São Paulo e Instituto Lula, na guerra terrorista de destruição da civilização brasileira e efetivação do terrorismo oligárquico comunista fundamentalista de bandidos. Pois, além do mandato criminoso, Dilma Rousseff informou ao mundo no dia 1º de janeiro de 2.015, que: “o verdadeiro presidente do Brasil é Luiz Inácio Lula da Silva.” Iniciando-se assim, o expurgo da bandidagem terrorista do poder; na recuperação da vocação de liberdade do povo brasileiro; restauração do Estado Democrático de Direito; restabelecimento da unidade da nação; reencaminhamento do País para o trabalho.
AS IMPUTAÇÕES PELAS QUAIS RESPONDERÃO:
1) organização de grupo armado contra a ordem constitucional e o Estado Democrático; pelo qual tomaram o poder e submeteram o Brasil à clandestinidade política.
2) eliminação de mais de 1,25 milhão de pessoas nos últimos 12 ano, por assassinatos hediondos nos corredores de extermínio do SUS e nos corredores de extermínio hospitalar; assassinatos nos corredores de extermínio do trânsito; assassinatos na criminalidade comum, na média atual de 156 eliminações por dia; uma ocorrência marginal a cada 0,38 minutos; 13 mil mulheres de 18 a 30 anos e 46 mil crianças estupradas em 2.012; massacre da nação pelo domínio do tráfico de drogas que detém 83% das cidades e 11% do campo, que já fez uma massa de vítimas de 5,6 milhões de jovens de 18 a 24 anos fora da vida, na marginalidade e miséria; transformação das escolas públicas em bordeis de iniciação das crianças na prostituição, cafajestismo, vadiagem e marginalidade onde já são 1,75 milhão de crianças de 8 a 14 anos nessa prática; indústria Maria da Penha de transformação de esposas em prostitutas, maridos em cafajestes e filhos em bastardos, visando o estímulo ao homossexualismo e pederastia e extinção do ente conjugal como semente da procriação humana e base das descendências e hereditariedade, pela inimizade entre mulheres e homens;
3) destruição da economia brasileira, pelo assalto generalizado ao País, que inviabilizou a expansão empresarial pública e privada; depredação da infraestrutura viária, aeroportuária, aeroviária, marítima, de armazenamento e das estruturas de produção e conquistas de mercados externos; que empobreceu o povo brasileiro no montante equivalente a 1,5 Brasil do tamanho econômico que ele era em 1985; e atinge o valor estimado de R$ 460 trilhões entre principal, perdas e danos, lucros cessantes e emergentes;
4) roubo dos cofres públicos, das empresas públicas e de riquezas naturais que atingem o valor de R$ 36 trilhões e está exposto pela imensa fortuna de Luiz Inácio Lula da Silva distribuída em sua família; de Dilma Vana Rousseff e da bandidagem do poder aglomerada no Foro de São Paulo em torno de Lula;
5) falência da Previdência, que gerou a desassistência social de saúde pública preventiva, educação alimentar, saneamento básico e cultivo de meio ambiente, que já produziu 88,9% de doentes na população nacional, extrapolada das condições de socorro clínico que o Regime de bandidos oferece; cujo valor econômico em indenização moral e material à nação, ultrapassa a R$ 30 trilhão;
7) destruição das grades pedagógicas de transferência de conhecimento e do sistema educacional, que extinguiu a inteligência da população e a submeteu à alienação e dependência comunista gramscista; já apresentando uma geração de doutores sem capacidade intelectual própria, amparados em manuais, submissos e alienados;
8) destruição do sistema de segurança pública para que se instalasse o apodrecimento moral da civilização, destruindo a família, a sociedade, os Símbolos, Valores, História e Tradição do povo brasileiro e prevalecesse as várias economias da torpeza, da desgraça, do desespero, do vício, da prostituição, do cafajestismo, da ignorância, da covardia, da irresponsabilidade; cujo valor econômico de todos os prejuízos somados disso ao País, ultrapassam a R$ 50 trilhões.
Como aqui se mostra do estado decadencial do País. Porquanto, se os relacionados à prisão tivessem se dedicado à promoção da QUALIDADE DE VIDA que a finalidade da espécie humana de procriar e sobreviver exige, o País não estava falido, nem doente, nem miserável e nem alijado do contexto mundial do desenvolvimento. Logo, SÃO TERRORISTAS LADRÕES DEMONSTRADOS PELA DEPREDAÇÃO EM DEIXARAM O BRASIL E SEU POVO. Pois, o POVO SEMPRE TRABALHOU E PRODUZIU, Daí, se o País sequer se manteve com porte econômico estável, então ELE FOI ROUBADO POR QUEM O GOVERNA. LOGO, PARA QUE PROVA? QUEM NÃO COMPREENDER PELO QUE VÊ, QUANTO MAS VER TANTO MAIS APELARÁ PARA A SUA CEGUEIRA PROPOSITAL. E JUSTAMENTE POR ISTO, A HUMANIDADE SE INSTRUMENTALIZA DA GUERRA, PARA A QUAL SE ARMOU. COMO A HISTÓRIA ENSINA: “QUANDO O BANDITISMO SUBSTITUI O CORAÇÃO, A BALA FAZ RENASCER A RAZÃO.”
O prazo para manifestação tácita ou expressa de reconhecimento dos motivos do presente, é de 20 (vinte) dias a contar da data de protocolo na Procuradoria da República Fim do qual, será expedido Ato Institucional Requisitório da Polícia Federal e das Polícias Militares em todo o território nacional, para a execução constitucional da “Operação Lava-Pátria.

25.07.2015

———————-

Minhas queridas, meus prezados, estou super atarefado, mas, como vosso fiel escriba, tenho de passar para lhes dizer que estou no trabalho. Estamos finalizando o pedido de prisão do Lula e da Dilma na OPERAÇÃO LAVA-JATO para ser distribuído ao MM. DR. SERGIO MORO na 2ª feira. Ele constava das deflagrações iniciais da INTERVENÇÃO que estão sendo detonadas cronometradamente. Primeiro tinhamos de apresentar à homologação pelo STF a OPERAÇÃO LAVA-PÁTRIA que ja consta do Protocolo PRM-CAC-PR 00004148/2015. Na qual já está determinada a prisão de Lula e Dilma, de todos os presidentes dos partidos políticos do Foro de São Paulo, dos Ministros da Dilma e outros. Assim que haja a homologação que ocorre por simples decurso de prazo, como o STF vem fazendo desde início no procedimento interventorial, será requisitada pelo Alto Comando das Forças Armadas, a Polícia Federal e as Polícias Militares para a execução do Ato. Para esse evento a PF está equipada com o tamanho de força bélica que necessitar. Então, estou passando só pra dizer: Amo vocês. Deus abençoe a todos.

Eu estou patrocinando uma causa da nação, junto com as Forças Armadas, o Ministério Público Federal e a Polícia Federal. Em compromisso de desempenho constante de documentos que não são reserva de Estado, estão a disposição da Imprensa, e se não estão na boca do povo é porque não são notícia de interesse da Imprensa, senão ela procuraria. Mas isso não me isenta de esclarecer toda e qualquer pessoa quando tenha alguma dúvida a meu respeito. É dever na minha profissão e gosto de cumpri-lo Alias, ser transparente em tudo é um instrumento de trabalho que sempre uso. Tem coisas que faço que não podem ser reveladas porque trairiam prejuízo de segurança nacional, de segurança pública, de segurança econômica para o Pais, mas são fatos mínimos. Não posse negar que porto segredos da ´época dos governos militares que ainda não é tempo de serem contados, mas, tenho fé que, assim que tivermos EFETIVADO A INTERVENÇÃO NO GOVERNO, não ha mais necessidades da não não saber deles. Penso que até umas boas novelas a TV vai poder produzir com esses assuntos. Pois, os enredos que estão ai parece que só não saturou ainda a periferia.

Se alguém vem falar de corrupção nas Forças Armadas aqui, pensando que me constrange, perde tempo. A bandidagem no poder já fabricou vida pregressa sobre mim me apresentando mais lambuzado do que pau de galinheiro; afirmando que sou veado, vigarista, falsário. Eu sei disso porque meus amigos advogados descobrem e me informam. Dou rizada, como o Gen. Enzo ria quando o apresentavam como corrupto.A gente sabe que em tempo de ESTRUME NO PODER ELE ESTÁ POR TODA A PARTE. Logo, terrespingos dele mostra que estamos ativos. Mas, NINGUÉM. ABSOLUTAMENTE NINGUÉM no contexto de poder PODRE que nos atola, poderá sustentar corrupção nas Forças Armadas. Errar é humano, e, embora elas sejam a ilha de hombridade, honradez, caráter e competência do povo brasileiro, ninguém ali é professor de deus. E então, seria pretensioso afirmar que as Forças Armadas são intocáveis. Dai, é possível ocorrer algum erro em algum setor, porém, não por ausência d e honradez vocacional.

imagem

ENTRE AQUI E VEJA O DOCUMENTO

 

PROJETO AMAZÔNIA –  ESSE TRABALHO NÃO TEM DIREITOS AUTORAIS. ELE É DO POVO BRASILEIRO. E ENTÃO, NÓS, EU VOCÊ E  OS DEMAIS QUE ESTAMOS NESTE BLOCO LIDERANDO NOSSO POVO, SOMOS OS ESCRIBAS DELE. “Estou em acampamento de guerra, e agora, já pisando o terreno inimigo.” (Célio Evangelista)

 

Anúncios

Comentários desativados em OPERAÇÃO LAVA PÁTRIA

Arquivado em Comentários, Documentos, PROJETO AMAZÔNIA

Os comentários estão desativados.