FALANDO O VERBO DE CHUMBO NA CONSTITUIÇÃO

1487266_730992800256075_1247352144_n

Hoje fui interpelado por um jornalista que me apresentou “documentos” que, segundo ele, “lhe foram fornecidos pela ABIN.” Não acredito, e ninguém deve acreditar. Conheço os efetivos da Abin e não tenho fato que os desabone. Mas, o jornalista me informava que “a Dilma tem 35% das Forças Armadas e os 65% restante não têm suprimento bélico para sustentar uma intervenção de derrubada da Dilma, porque o Brasil seria invadido por Cuba, Venezuela, Colômbia, Bolívia e Argentina formando um exército da UNASUL ou URSAL, que já formalizaram a constituição de um exército comum para defender a comunização do Continente.” Se fosse levantamento feito pela ABIN ela seria um órgão de informação totalmente desqualificado. Mas, se fosse verdade, e a situação estivesse mesmo nesse pé, eu não estaria no Brasil e sim nos EUA, porque 3 fatos me forçariam estar lá: 1) o terrorismo que está sediado no Brasil; 2) as centrífugas da Venezuela e da Argentina que fazem parte do programa nuclear do Irã; 3) a soberania solidária do Brasil que ampara o povo brasileiro com o “socorro militar humanitário” no contexto da globalização, já com antecedente no Afeganistão e no Iraque. E, claro, minha família estaria no Paraguai. A INTERVENÇÃO foi instaurada por mim, sobre o compromisso assinado às Forças Armadas, de ser morto e não preso se conduzisse a nação a erro. Isto significa que, se as Forças Armadas alegassem impotência bélica para efetivar a intervenção, nessa ESFERA MILITAR em que atuamos, seria confissão de traição à nação e a todo o mundo vítima do terrorismo, e confissão de soma com o terrorismo que vitima o mundo todo. E ai, o mundo vítima do terrorismo não teria outra saída senão arrasar o Brasil. A capacidade letal do mundo vítima do terrorismo comunista de bandidos está em prontidão a partir da hipótese de um enfrentamento nuclear sobre os EUA. O resto é assunto militar.
____________________________________
Costumo diversificar ao máximo a nossa prosa aqui, porque a 12 anos a nação está sob o jugo de analfabetos, covardes, maus caráter, cafajestes,  mentirosos, embusteiro, ladrões, vigaristas. E agora, as FORÇAS ARMADAS saíram da Caserna dizendo que VÃO PRENDER A DILMA E TODA A BANDIDAGEM TERRORISTA DO PODER, para recuperar a vocação de liberdade do povo brasileiro, restaurar o Estado Democrático de Direito, restabelecer a unidade da nação e reencaminhar o País para o trabalho, e, na representação constitucional do povo, eu sou as Forças Armadas; e ninguém tem dúvida disto, porque se fosse diferente eu teria sido preso quando apresentei ao Procurador Geral da República a primeira exposição em papel timbrado das Forças Armadas, dizendo que meu endereço operacional é no Quartel General do Exército, e conclui todo o procedimento interventorial perante os poderes constitucionais, recebendo reconhecimentos e homologações de todos eles. E, por imposição da Constituição, assumi, perante o STF pela PR, o comando supremo e autoridade suprema das Forças Armadas, deixando a Dilma excluída da Constituição, e como tal, tipificada como TERRORISTA MARGINAL que deve ser presa. Então, não sou eu que falo e sim é o POVO NAS FORÇAS ARMADAS FALANDO O VERBO DE CHUMBO NA CONSTITUIÇÃO.Daí, é certo que atos institucionais e providências saneadoras duríssimas sairão da minha cabeça na assessoria do poder,.Por isto, estou me expondo ao máximo, para que vocês me avaliem e digam se tenho competência para servir a nação, ou se estou ao mesmo nível de Sarney, Itamar, Collor, FHC, Lula, Dilma, porque se estou no nível desses espécimes, então, sou apenas mais um vigarista reproclamando a Republica para roubar o País em estilo novo.Pois, EU SOU AS FORÇAS ARMADAS QUE VÃO ASSUMIR O BRASIL NA INTERINIDADE DE GOVERNO QUE VAI ATÉ 1º DE JANEIRO DE 2.019. Pois, se não fosse, elas já teriam me eliminado. Logo, ESTAMOS À ALTURA PARA ASSUMIR O BRASIL COM A FINALIDADE DE CONDUZI-LO A UMA MEGA POTENCIA MUNDIAL? Nós achamos que estamos, porque, antes do VERBO DE CHUMBO, esgotamos o VERBO DO CONHECIMENTO, COM O MESMO SENSO DE RESPONSABILIDADE. MAS O POVO TAMBÉM TEM DE ACHAR. (Célio Evangelista) 09/04/2015

Anúncios

Comentários desativados em FALANDO O VERBO DE CHUMBO NA CONSTITUIÇÃO

Arquivado em Comentários

Os comentários estão desativados.